Documentos revelam sofrimento causado a cavalos durante filmagem de série

Foto: PETA Files
Depois de o canal HBO cancelar a série ‘Luck’ devido aos protestos contrários às mortes de três cavalos usados nas filmagens, a PETA recebeu documentos alegando que os abusos aos quais os animais foram submetidos foram muito piores do que os produtores admitiram e muito além do que se imaginava.
Dentre as informações encaminhadas está a fotografia de Marc’s Shadow, um puro-sangue de oito anos, com uma das pernas fraturadas enquanto filmava uma sequência de corridas.
Os documentos enviados falam ainda de drogas, enganos e negligência:
-Para economizar dinheiro, os cavalos estavam sendo subnutridos. Um deles estava 300 quilos abaixo do peso (o peso normal varia de 500 kg a 600 kg). O treinador Matt Chew propositadamente cobria as costelas salientes com um pano durante as filmagens.
-Os cavalos que mesmo assim estavam doentes continuaram sendo explorados durante as gravações.
-Alguns animais doentes desapareceram do set de filmagem sem explicação. O treinador foi avisado que ele poderia ser acusado de negligência.
-Inapropriadamente treinados, os cavalos foram forçados a filmar sequências de corridas que colocavam em risco não só a vida dos animais como a dos jóqueis.
-Os cavalos eram regularmente dopados com tranquilizantes para que eles ficassem dóceis.
-O treinador tentou enganar os agentes da Sociedade Humanitária ao fornecer nomes falsos dos animais, aparentemente para que eles não soubessem que os cavalos estavam em condições inadequadas para a filmagem.
A situação era tão perigosa para os cavalos que, de acordo com os documentos entregue à PETA, que os funcionários da Associação Humanitária Americana recomendaram aos executivos da mesma entidade que o treinador Matt Chew fosse demitido.
A PETA apresentou as novas evidências de abuso ao Juri Regional de Los Angeles e renovou o pedido de investigação independente.


Um comentário: