OS ANIMAIS ESTÃO AQUI PARA NOS SERVIR?

Existem estudos que indicam Jesus Cristo como um vegetariano fervoroso!

Estou acostumada a escutar todo tipo de argumento com relação a adesão da carne no cardápio, as justificativas são muitas desde sobrevivência natural, cadeia alimentar, soberania humana, restrições a proteínas vegetais, enfim, nesses anos que assumi minha postura ética, tenho me deparado com esses argumentos que fortalecem cada vez mais minha convicção de que estou no caminho certo.

Por esses dias estava a mesa com mais pessoas não vegetarianas e elas por sinal me questionavam novamente da minha posição. Como sempre as pessoas não vegetarianas tendem a achar que o vegetarianismo é uma postura radical, e na maior parte do tempo fazem pouco caso e tratam com indiferença seus argumentos.

Uma pessoa a mesa me forneceu a seguinte pergunta:
- Ora, quando Deus criou o homem, fez os animais para lhe servir, qual o mal de utilizarmo-nos deles para alimentação?

Uma pergunta dessa faz com que a gente trema, existem milhões de respostas que poderiam ser ditas, existem milhões de argumentos que podem ser expostos, mas para aquele tipo de pessoa era jogar palavras no lixo, pois ela só ouviria o que ela julgasse valido.

Essa cegueira espiritual é delicada de se debater, se você está preocupado em informar e não a discutir, tem que saber como contar a esse ser humano que não existe justificativa para os atentados que são cometidos contra os animais, nem em nome de Deus existe argumento cabível.

A bíblia já foi reescrita tantas vezes e me admira que em nenhuma dessas reedições deste livro tenham mudado essa passagem de Gênesis. O Deus cristão não pode ser conivente com os assassinatos, torturas e maus tratos que seus também filhos animais (criados por ele, segundo a doutrina cristã) sofrem todos os dias.

O novo testamento, que faz parte da bíblia utilizada como guia em inúmeras religiões, incluindo a maior delas no Brasil, a Igreja Católica, tem como principal mandamento instituido pelo próprio Jesus Cristo a seguinte lei ” Amai ao próximo como a ti mesmo”.

Em nenhum momento está escrito que esse próximo é um ser humano, o próximo é qualquer um que precise da sua ajuda.

Os animais não estão aqui para nos servir, eles não são inferiores a nós humanos, apenas por não serem da nossa espécie por ter tipos de inteligência diferentes das nossas, não nos dá o direito de colocar-mos esses animais a nossa disposição, servindo como comida, vestimento, entretenimento e cobaias.

Se Deus existe e olha pra tudo que fazemos, pesando em sua balança divina a quantidade de atos bons e a quantidade de atos ruins afim de que na nossa partida isso seja utilizado para nos julgar num possível pós-vida, tenho certeza que ao deixar de matar um ser indefeso para servir de alimento enquanto temos uma incrivél quantidade de vegetais para nos alimentar, acredito que ao pouparmos as vidas e nos colocarmos como iguais tenhamos entendido de fato o que é amor e compaixão.

Os religiosos, tementes a Deus tinham que ser os primeiros a defender tal bandeira, pois são de pessoas com sentimentos como a solidariedade, compaixão, fraternidade que esperamos mais empatia. Os animais são nossos próximos, são nossos irmãos, nossos protetores e por isso estão tornando-se nossas vítimas.

A matança tem que parar e a ignorância também!

Fonte: http://cartuntivismo.blogspot.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário