Audiência pública discute a realização de rodeios em Itapetininga, SP

Uma audiência pública foi realizada em Itapetininga (SP) para discutir um projeto de lei que pede a proibição da realização de rodeios na cidade. A discussão ocorreu nesta quinta-feira (25) na Câmara de Vereadores da cidade.



Dra Vania Plaza Nunes durante a audiência pública na 
Câmara de Itapetininga sobre o PL que proíbe os rodeios na cidade


O projeto de lei é de autoria do vereador Mauri de Jesus Morais. Segundo ele, além de proibir os rodeios, se aprovada a lei ainda abrange eventos simulares como farra do boi e vaquejadas.

O público lotou o plenário. Entre eles estavam apoiadores do projeto, além de grupos contrários à proibição dos eventos. Durante duas horas e meia, o assunto foi discutido entre profissionais da área de medicina veterinária e confederação nacional de rodeios.

Além dos vereadores da cidade, a audiência contou também com a participação de vereadores e representantes de instituições. O promotor de justiça Carlos Henrique Prestes Camargo foi um dos convidados e destacou que há 20 anos não são realizadas provas de rodeio na cidade de São Paulo e em Guarulhos (SP). Ele ainda esclarece que diversos municípios do interior já adotaram leis de proibição para esse tipo de evento como Sorocaba, Jundiaí, Campinas (SP). “É importante que a Câmara ao discutir esse projeto de lei ouça os dois lados. Assim, os vereadores poderão entender o que são os rodeios”, diz.

Outro convidado na audiência foi Leandro Baldissera, o pentacampeão de rodeio de Barretos (SP) e competidor de provas em países como Canadá, Estados Unidos e África. Ele falou sobre a experiência que tem em rodeios e da participação na audiência. “Acho que foi bom. Os vereadores entenderam que é um rodeio. Também os convidei para irem ao meu rancho para conhecerem os cavalos que crio para rodeio, além de convidá-los para irem a um rodeio para ver o tratamento que é dado aos animais”, afirma.



Dr. Carlos Henrique Prestes Camargo durante a audiência pública 
na Câmara de Itapetininga sobre o PL que proíbe os rodeios na cidade 

A técnica em clínica veterinária, Eliane Bazoli está ligada a uma organização contrária a exploração de animais em rodeios. Para ela, a audiência pôde esclarecer as dúvidas sobre o assunto. “Eu acho que ficou se o rodeio maltrata ou não maltrata o animal. Acho que deu para esclarecer e todo mundo pôde expor o seu lado”, comenta.

O projeto de lei deve ser discutido e votado na próxima sessão que está marcada para a segunda-feira (29).


G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário