Atenção ao escolher passeador!, por Nina Rosa

Muitas pessoas que não têm o tempo necessário para dedicar aos passeios e socialização de seus cães contratam esses serviços, o que é ótimo, pois os cães precisam muito desses momentos para gastar energia, socializar, fazer as necessidades, se exercitar.
No entanto é necessário conhecer bem ou acompanhar de perto de vez em quando para não entregar seus animais a pessoas brutas ou desatentas.
Tenho presenciado casos onde realmente sinto pena dos animais, puxados com violência, ou então guiados por alguém totalmente ocupado no celular, que vai arrastando animais, sem perceber quando eles sinalizam que querem fazer suas necessidades.
Outro dia abordei um, que levava dois cachorrinhos de pequeno porte e não os deixava parar em nenhum poste ou matinho, por mais que eles tentassem. Puxava violentamente a guia dos pobrezinhos que, num sol escaldante vestiam roupinhas. Conversei sobre o calor, sugerindo que tirasse as roupinhas, o que ele não fez. Perguntei por que puxava com tanta força sempre que eles tentavam dar uma paradinha para suas necessidades, e ele alegou que a “dona” dos animais pediu que eles os educasse, pois eles eram terríveis!!! Quando sugeri educação por recompensa informou que ele tinha mais de 10 anos de experiência.
Nesse dia eu estava com meus animais e não pude segui-lo, para ver onde moravam aqueles desafortunados cães e “dona”. Ela, desafortunada por que está sendo enganada, pagando por um desserviço, e eles, por que estão sendo maltratados na hora que deveria ser uma das mais prazerosas do dia.
O passeio deve ser para o animal, e não para o humano. Isso faz toda a diferença.
Portanto, cuidado! Não se fiem nos “anos de experiência”. Melhor que tudo é contratar uma protetora de animais do seu bairro, que ao menos fará o serviço com amor.

Nenhum comentário:

Postar um comentário