Festa de Adoção Show de Copa



O Centro de Controle de Zoonoses (CCZ-SP) promoverá no dia 29/3, das 10h às 16h, a Festa de Adoção Show de Copa.

Em clima de Copa do Mundo, o evento tem o objetivo de estimular a adoção de cães e gatos que vivem ali.“Esta será uma ótima oportunidade para que os paulistanos conheçam o CCZ e encontrem animais que queiram fazer parte de sua vida. Precisamos romper paradigmas e buscar novas oportunidades para que esses cães e gatos sejam acolhidos por novas famílias com muita responsabilidade", comenta a gerente do CCZ-SP, Rosane Correa de Oliveira.

A Festa terá "desfile de craques", com os times formados por cães que estão à espera de um dono,
apresentação do "Rap do Dogão", que contará a história de alguns cães, além da interação entre os visitantes e os animais. 

Adote um animal no CCZ e marque um golaço!

No CCZ-SP há atualmente cerca de 500 animais (400 cães e 100 gatos) disponíveis para adoção.
São diversos animais Sem Raça Definida (SRD), de pelagem curta, longa, filhotes, adultos, idosos, de todas as cores e alguns com deficiência física, o que não os impede de interagir e dar muito amor às pessoas.
Todos são imunizados com vacina específica da espécie e antirrábica, castrados, microchipados, tratados contra pulga e carrapato e vermifugados.

Para adotar um animal é necessário ter mais de 18 anos, levar coleira e guia para os cães, caixa de transporte para gatos e documentos pessoais como CPF, RG e comprovante de residência. A taxa pública referente à adoção é de R$ 17,15 e o Registro Geral Animal (RGA) é emitido na hora.

  Os novos proprietários receberão também informações sobre guarda responsável e demais orientações que serão fornecidas pelos funcionários do CCZ.

O processo de adoção contribui para a redução do número de animais abandonados nas ruas, prevenindo agressões, acidentes de trânsito, maus tratos e crueldade.

“Os novos donos deverão exercer uma posse responsável, que não implique em um novo abandono.

Toda a adoção deve ser feita com muito critério e responsabilidade.
Ao adotar um animal, o adotante será responsável por ele durante todo o período de sua vida, alimentando-o, oferecendo abrigo compatível com o porte e temperamento, educando-o, dando assistência veterinária e carinho

O processo de adoção contribui para a redução do número de animais abandonados nas ruas, prevenindo agressões, acidentes de trânsito, maus tratos e crueldade. “Os novos donos deverão exercer uma posse responsável, que não implique em um novo abandono. Toda a adoção deve ser feita com muito critério e responsabilidade. Ao adotar um animal, o adotante será responsável por ele durante todo o período de sua vida, alimentando-o, oferecendo abrigo compatível com o porte e temperamento, educando-o, dando assistência veterinária e carinho”, lembra Rosane Correa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário