Youtube encerra o maior canal de touradas e promete combater o abuso animal



O Youtube encerrou o canal do utilizador PabloLopezRiobo, o qual era considerado o maior canal de touradas. As regras do serviço salientam que é proibido divulgar “conteúdo sobre as atividades negativas como abuso animal”.

Um pequeno clique para o Youtube, um avanço gigante na luta contra as touradas. A conta do utilizador PabloLopezRiobo, que detinha aquele que era considerado o maior canal de promoção da tourada, foi encerrada no sábado por promover o abuso animal.

As regras do Youtube são claras: os utilizadores não podem publicar vídeos “com conteúdo sobre as atividades negativas como abuso animal, abuso de drogasou fabrico de bombas”. Pablo Lopez, o utilizador da conta encerrada, revelou ter ficado surpreendido e “angustiado”, lembrando que recebia milhares de visitas de fora da Espanha.

“Pode haver vídeos de lutadores com a muleta, mas não podem acertar ou matar o touro”, explicitou um porta-voz do Youtube, citado pelo site Veoverde.

O problema do Youtube, segundo o mesmo responsável, é a falta de meios para vigiar os milhões de vídeos que são publicados diariamente. O site apela aos utilizadores para ‘trabalharem’ e denunciarem todos os conteúdos com abuso animal ou outras “atividades negativas”.

Para o mesmo porta-voz, não adianta alegar que essas “atividades” fazem parte da cultura ou da tradição do país, como aconteceu com o deputado espanhol Toni Cantó, que no Parlamento defendeu que “os animais não têm direito à vida ou à liberdade“.

Nenhum comentário:

Postar um comentário