Loterias da Holanda e Suécia fazem maior doação da história para a defesa dos rinocerontes


Rinocerontes africanos, espécie sendo dizimada sobretudo pela caça e altamente em risco de extinção. Foto: Wikipedia/TreeHugger
Rinocerontes africanos, espécie sendo dizimada sobretudo pela caça e altamente em risco de extinção (Foto: Wikipedia/TreeHugger)
As Loterias da Holanda e da Suécia foram responsáveis recentemente pela doação do equivalente a 21 milhões de dólares para o combate à caça aos rinocerontes na África do Sul. A Dutch Postcode Lottery e a Swedish Postcode Lottery fizeram a contribuição em conjunto à Peace Parks Foundation, organização não governamental que pretende criar uma rede de áreas protegidas que interligue ecossistemas ao longo das fronteiras internacionais. As informações são do TreeHugger.
A Ministra de recursos hídricos e ambientais da África do Sul, Edna Molewa, disse: “Esta é a maior contribuição feita pelo setor privado para o combate à caça aos rinocerontes e ao crime contra a vida selvagem. Nós damos as boas vindas a essa parceria para ajudar a assegurar a sobrevivência das espécies. Essa doação muito generosa vem trazer nova esperança para salvar os nossos rinocerontes, e acredito que esse presente das Loterias holandesa e sueca será o catalisador para mudar o rumo do cenário atual”.A maior parte do recurso será usado para melhorar os esforços atuais na proteção dos rinocerontes do país, que hospeda 83% da população selvagem dessa espécie no continente. Todos os outros estados foram consultados durante a elaboração desse projeto e eles participarão das estratégias designadas para salvar a espécie.
Foto: Peace Parks Foundation / TreeHugger
Foto: Peace Parks Foundation / TreeHugger
O principal foco será a desvalorização dos chifres de rinoceronte, através de uma combinação de métodos que incluem a contaminação dos chifres, bem como o uso de rastreamento e de tecnologia de monitoramento.
Esse projeto especial foi desenhado para aumentar a gama de procedimentos implementados pela SANParks no Parque Nacional de Kruger e pelo governo de Moçambique no Parque Nacional de Limpopo. A ênfase será na coleta de informações e nas aplicações tecnológicas, com o uso de aviões e outros equipamentos especializados. Também incluirá o treinamento e a capacitação, bem como incentivos e recompensas para guardas, comunidades e pessoas que apoiarem a preservação dos rinocerontes.
Segundo a reportagem, a World Wild Fund (WWF) da Holanda está estabelecendo uma comissão independente que irá coletar evidências, preparar casos legais e  coordenar ações políticas e pressão pública para combater o crime à vida selvagem. Sendo assim, uma porção dos recursos recebidos terá a WWF da Holanda como parceira.
Geert Vons e Daan Molenaar recebem o cheque da National Postcode Lottery. Foto: Roy Beusker/Sea Shepherd
Geert Vons e Daan Molenaar da Sea Shepherd recebem cheque da National Postcode Lottery (Foto: Roy Beusker/Sea Shepherd)
Não é a primeira vez que se sabe de uma doação feita por uma loteria holandesa para projetos relacionados à preservação ambiental ou de espécies animais. A Dutch Postcode Lottery (Loteria de Código Postal Holandesa) é conhecida por sua participação social, por doar a cada mês milhares de prêmios de pequenos valores e por doar 50% de sua renda bruta a projetos sociais e ambientais. Desde a sua fundação em 1989, essa loteria já doou bilhões a diversas ONGs incluindo o WWF, o Greenpeace.
Outra doação conhecida é da National Postcode Lottery, também holandesa, de 900 mil euros à Sea Shepherd em 2013, para auxiliar no trabalho da ONG de proteção às baleias.
Foto: TreeHugger
Foto: TreeHugger

Nenhum comentário:

Postar um comentário