Imagens de animais circulando na internet



Hoje em dia é comum imagens de animais mutilados circulando na internet. Porém, essas fotos chocantes perpetuam o sofrimento dos pobres bichinhos, ao mesmo tempo em que se dessenssibiliza as pessoas. Muitos pensam "ah, se é assim, então não podemos fazer nada", ou "ai, nem quero ver!", e daí por diante. O que ocorre com frequência é causar repúdio ou tornar-se lugar-comum.

Tudo tem seu tempo e lugar, claro, mas ficar divulgando aos quatro ventos por email, Facebook, Twitter etc, essas imagens chocantes, que na maioria das vezes são repassadas sem se checar com fidelidade sua origem, a meu ver, não edifica o movimento animal. Colocando-me no lugar de um animal que sofreu uma brutalidade, eu não gostaria que minha imagem continuasse a ser divulgada. Gostaria, sim, de plantar sementes para que o futuro próximo seja diferente. Como? Simples: mudando atitudes.

Um dos grandes passos para a mudança no mundo reside nas pessoas que votamos nas eleições. Sei, muita gente vai criticar: "político não presta", "político é tudo igual", etc. Mas não acho que seja assim, não acredito que político seja tudo igual, há uma enorme diferença entre um país livre e ditadura, por exemplo. O Brasil é um país abençoado e aqui mesmo temos oportunidades para começar um movimento grandioso de respeito aos animais, e difundir essa consciência a nossos irmãos vizinhos.

Outro importantíssimo passo para a mudança consiste no foco onde se quer chegar. A nossa luta é pelo respeito aos animais? Então vamos continuar mirando no alvo: propagando o estilo de vida que os exclui da dieta alimentar, prestigiando indústrias que não os utilizam para testes ou como matéria-prima, não consumindo roupas ou móveis feitos de pedaços de animais, enfim, agindo para respeitar os animais. Não adianta ficar esperando pelos outros, temos de fazer isso agora, agir "diferente". A união faz a força.

Gastar energia focando naquilo que não queremos, ou propagando imagens que nem sabemos ao certo a fonte, em que condições foram tiradas, só vai gerar mais energia negativa, continuar circulando raiva, desesperança, sentimentos de vingança. Isso não traz poder. O que traz poder é uma união de esforços conjuntos: divulgue fotos de animais sendo bem tratados, fotos de donos que se importam com seus bichinhos, políticos, personalidades e artistas em prol dos animais. Assim, pessoas que maltratam animais vão sentir-se desencorajadas a praticar o mal, ao perceberem que há tantas pessoas que se importam com eles. Faz sentido?

Lógico que não devemos fechar os olhos para o sofrimento animal, não é essa a questão. Ao termos notícia de algo nesse sentido, é nossa obrigação agir prontamente, caso possamos ajudar. Mas nem sempre isso é possível... Então, em vez de ficarmos revoltados, deprimidos ou começar a circular na net imagens chocantes (dá a sensação de estar fazendo algo, tipo um ativismo on line), vamos nos esforçar para tirar da mente emoções tristes e negativas, e encher com esperança e amor pelos animais.

Dê seu exemplo tomando atitudes em respeito a quem não pode se defender, àqueles que esperam por nossas ações. Não comer mais animais e seus derivados já é um grande começo. Adotar animais abandonados ou vítimas de maus-tratos é outro ato nobre, lembrando que você nem precisa ter espaço na sua casa para adotar alguém, é possível "apadrinhar" um bichinho, e ter muito retorno em forma de amor e energias positivas.

Visite: http://www.veganismo.org.br/p/sites-veganos.html, na seção "Abrigos".

VEGANISMO.ORG.BR

Nenhum comentário:

Postar um comentário