Desafio da vida social para veganos

IMAGEM: DIVULGAÇÃO


CBN - REVOLUÇÃO DO GARFO

Muitos são os únicos em suas famílias ou namoram alguém que come carne. As brincadeiras e a falta de um cardápio vegetariano são algumas das reclamações dos veganos.

Fernanda Rainha viveu um constrangimento que muitos outros veganos também sentiram na pele: contar para os pais a decisão de não comer mais carne. Ela não foi levada a sério e despertou preocupação da mãe. Mas, mais de um ano depois e com exames que comprovam uma vida mais saudável, ela ganhou o respeito da família. Mas mesmo assim continua sendo a ovelha verde no almoço de fim de semana.
A arquiteta Mariana Ignácio também se deparou com uma situação esquisita: arranjou um namorado de família argentina. Além da própria família, ela teve que se virar para comer na casa dos sogros.
'Na casa dele não tinha arroz e feijão. Era carne no almoço, na janta e até no café da manhã. Então, era super complicado. O que eu fazia era ir para a cozinha fazer o que eu ia comer. No final, todos acabavam comendo o que eu fazia. Assim, eu faço questão de cozinhar algo bem gostoso', diz Mariana.
Mas aí um resultado agradável para ela. Além de o namoro evoluir para um casamento, o marido dela, o consultor de pré-vendas André Strenger, resolveu abandonar as carnes também. 'Ela nunca me influenciou em nenhum momento para deixar de comer carne. Diversas vezes em que fomos a um restaurante japonês ou argentino ela sempre me acompanhava. Sempre que a gente ia comer, o prato dela estava mais gostoso'.
Mariana e André podem um dia acabar formando uma família igual a da veterinária Camila Violante. O marido e os dois filhos pequenos dela são veganos. Dentro de casa, ela diz que a família nunca teve problemas. As crianças comem de tudo, até quiabo, para não maltratar os animais. Mas a escola já trouxe problemas várias vezes. São colegas que não convidam para comer em casa, professoras que não respeitam a opção vegana e até as atividades dentro da sala de aula.
'Passaram uma lição para o meu filho que tinha que ligar o pernil ao porco e a lã à ovelha. Ele se negou a fazer, e um colega fez a lição para ele e entregou ao professor', explica.
No meio de uma sociedade pouco informada sobre o assunto, os veganos desejam algo em comum: que o estilo de vida seja enxergado com cada vez mais naturalidade. 


video


CBN

Nenhum comentário:

Postar um comentário